Relatório dos domingos 5 e 12 de Março

Por Marina Camargo

    Ao longo dos 4 domingos desse mês de março estamos nos encontrando na Sociedade Antroposófica no Brasil (SAB) com a pedagoga Luiza Lameirão, das 16:30 às 18h, para pensarmos juntos sobre a atuação jovem na nossa época, à luz da Antroposofia.

    Dois domingos muito prazerosos e descontraídos já se passaram. Cerca de 15 jovens estiveram presentes e pudemos começar – logo de cara – desmistificando algumas histórias sobre a vida do fundador da Antroposofia, Rudolf Steiner. O propósito dessa tarefa adveio justamente para quebrarmos com a questão do anonimato, tão comum nos dias de hoje. “O anonimato é a sombra da autoria” – só essa frase já dá uma ótima reflexão!

Conhecendo um pouco mais sobre a biografia de um certo alguém, nos familiarizamos com esta pessoa, podendo compreendê-la melhor. Pudemos esclarecer certas dúvidas que tínhamos sobre boatos e rumores que ouvimos sobre Steiner. Entre esses “boatos, rumores ou curiosidades”, tivemos algumas respostas, por exemplo: sobre a relação de Rudolf Steiner com Marie Steiner e Ita Wegman, com a visão de que ambas eram de correntes de mistérios distintas; ou por exemplo o levantamento da polêmica de que Steiner era racista – tal acusação quase levou ao fechamento de todas as escolas Waldorf na Holanda e foi preciso um grande estudo de suas obras, com um esclarecimento profundo e preciso para cortar tal difamação e impedir que essas escolas se fechassem. Além disso a pedagogia de emergência e as Comunidades Camphill são uma comprovação de que tal acusação é falsa.

luiza

Após nos aproximarmos mais de sua biografia acolhemos a sugestão de lermos juntos a obra de Steiner: Impulsos sociais e antissociais no ser humano.

A leitura, com a tutoria de Luiza, está sendo muito enriquecedora para compreendermos cada vez melhor a época em que vivemos e inclusive algumas bases da Antroposofia. Compreender o que é o tempo da “Alma da Consciência”, no qual o bem e o mal se apresentam em contraposição com o certo e o errado da época passada (Alma do Intelecto) ajuda-nos a dar luz às nossas ações e interpretações do mundo. Podemos ainda contar com as qualidades de cada pessoa presente, tanto nos trazendo experiências vividas no Brasil, quanto experiências de fora (temos uma polonesa conosco, a Kasha).

E como não poderia ser diferente no mundo antroposófico, a euritmia teve seu espaço e nos movimentou, também fisicamente, para adentrarmos no texto…

Esses encontros são abertos a todos os jovens e, mesmo que já estejamos no meio desse ciclo, todos são bem vindos a qualquer momento!

Anúncios

Sobre Seção de Jovens

Seção de Jovens é um espaço virtual dentro da Sociedade Antroposófica para o desenvolvimento dos impulsos espirituais dos jovens.
Esse post foi publicado em Atividades 2017. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s